*** Tudo o que fizermos, para o bem ou mal, a nós retornará triplicadamente e nesta encarnação. ***

O Deus Mitra - O Leão Alado de Venécia

domingo, 20 de janeiro de 2013

Mitra pertence às antigas mitologias persa, romana e indiana. Para os persas e indianos Mitra é um deus solar, símbolo da luz, que representa o bem e a libertação da matéria. O deus é conhecido como Sol Vencedor.

Na Pérsia ele é filho de Ahura Mazda deus da luz solar, do dia e do fogo e da deusa Ahriman, ligada à noite e escuridão. Mitra é freqüentemente representado por um leão alado, ele não representa somente o catolicismo (Leão de São Marcos), representa também o Deus Mitra que era freqüentemente simbolizado por um leão com asas, é o símbolo da cidade de Veneza (“onde se venera Vênus”) e da região do Veneto. É o Paganismo presente em Nova Venécia desde tempos imemoriais apesar de ignorado pela grande maioria. Um outro símbolo alternativo para ele é um leão com o corpo envolvido por uma serpente, enquanto segura uma chave que conduz ao céu. Os iniciados nos ritos de Mitra eram chamados de Leões (Lions) e tinham suas testas marcadas com a cruz egípcia! As referências ao leão e aos apertos de mão do tipo pata do leão, do Grau Mestre Maçônico da Franco-Maçonaria, são originários da mesma onda de simbolismos das escolas de mistério. A morte do touro, outro símbolo de Mitra, segundo estudiosos representava a Lua, e o ritual era característico dos chamados “mistérios de Mitra”.


O culto a Mitra sofreu com o tempo diversas transformações até alcançar um papel importante na Pérsia e representar uma forte oposição ao cristianismo romano. Dentro da História, o culto é citado por volta de 1400 A.E.C., onde Mitra é descrito como o deus que reporesenta o equilíbrio e a ordem do universo. Por volta do século 5 A.E.C.. Mitra passou a fazer parte do panteão do Zoroatrismo persa, de inicio como deus de todos os elementos e mais tarde como deus solar, símbolo da luz.

Quando os persas foram vencidos por Alexandre o Grande, o culto a Mitra se alastrou pelo mundo helenístico. Durante os século 2 e 3 muitos povos se identificaram com Mitra. Nesse periodo os romanos, identificando com as caracteristicas do deus passaram a cultuá-lo.

Templo de Mitra, Marino, Itália.

O culto a Mitra foi de grande importância no Mundo Antigo. Ele chegou até à época do dominio de Roma e competiu com a fé cristã, exercendo inclusive muitas influências sobre ela. O deus tinha nos dominios romanos diversos Templos em sua honra, a maior parte com câmaras subterrâneas com imagens que retratavam o culto e o Deus Mitra matando o touro.

Fontes: Revista Sexto Sentido e Uma Nova Era.

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens populares

Peço perdão àqueles que possa ter omitido os créditos e peço que, por favor, avise para que possa ser creditado.
Cidade de Vênus © 2013